Viajar nas Palavras @ 18:19

Ter, 13/09/11

 

Este é um romance admirável sobre o medo e a coragem, o desespero e a lucidez, a culpa e a expiação; mas é também um livro sobre Einstein e os universos paralelos, sobre o que foi e o que podia não ter sido. No décimo aniversário do 11 de Setembro, a memória não basta, é preciso combater o esquecimento indo para junto dos heróis que viveram o horror e compreender cada um dos seus actos e se necessário, saltar com eles, conhecer aquela que foi a manhã do Mundo.

 

Recebemos o autor, Pedro Guilherme-Moreira

 




Raquel @ 02:15

Sab, 17/09/11

 

"Dia solarengo" deve dizer-se dia soalheiro. Solarengo (relativo a solar-casa nobre).

Facebook Like

Pub
Rubricas
Comentários recentes
Li este livro com piada, mas há um pequeno erro. o...
Olá Marta,Já enviamos o livro da Margarida Rebelo ...
Boa tarde.Vi que fui seleccionada para receber o l...
Boa tarde.A associação SOS Animal já não se encont...
Olá Daniela,Mande-nos um e-mail com o comunicado d...
Boa tarde,Gostaria de contactar convosco para comu...
Olá Luisa,As vencedoras deste workshop foram notif...
Boa noite!Como é que se tem conhecimento dos resul...
Foi lindíssimo o espetáculo! Obrigada!!
Aliás todos os links a seguir aos links do Quiosqu...
Pesquisar
 
blogs SAPO